PF pede busca e apreensão contra ex-deputado por estourar cartão corporativo

Fonte:

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) examinará pedido da Polícia Federal (PF) para que haja expedição de mandados de busca e apreensão contra o ex-deputado estadual Baiano Filho. A informação consta no Diário de Justiça Eleitoral publicado na quarta-feira (25).

A suspeita é que Baiano utilizou o cartão corporativo da Assembleia Legislativa de Mato Grosso(ALMT) no estabelecimento comercial denominado “Rede Posto Amigo”, localizado na cidade de Barra do Garças (512 km de Cuiabá).

Conforme a Polícia Federal, eram simulados “abastecimentos de veículos mediante pagamento via cartão corporativo, cujos valores eram supostamente estornados em espécie, repassado posteriormente para eleitores previamente aliciados”.

Matéria continua após a publicidade

Conforme os autos, a PF concluiu que o ex-deputado , durante o mês de Outubro de 2018, adquiriu 777 litros de diesel S-10, mais de R$ 3 mil pagos pela ALMT, o que, para os padrões do veículo utilizado, totalizaria 6,8 mil km de deslocamentos.

No mês de agosto de 2018, houve o abastecimento de 434 litros de diesel S-10, quase 2 mil pagos pela Assembleia Legislativa.

Pessoa identificada como Ronair de Jesus Nunes, então vinculado ao gabinete do ex-deputado estadual, também é alvo de investigação.

Fonte: Olhar Direto