Associação fala em 21 mil trabalhadores prejudicados e pede reabertura de shoppings

Fonte:

A ABRASCE (Associação Brasileira de Shopping Centers) encaminhou uma carta ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) pedindo a reabertura dos quatro Shoppings da capital mato-grossense. O documento foi assinado neste sábado (18) e demonstra os critérios que serão tomados caso o pedido seja aceito.

O principal argumento é a economia. Conforme a Associação, os shoppings cuiabanos (Estação, Goiabeiras, Pantanal e Três Ampericas) geram 21 mil empregos em sua cadeia. Essas pessoas estariam sendo prejudicadas com as medidas de isolamento, que é uma das armas para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Uma vez definida pelo poder público a data para a reabertura dos Shoppings, atuaremos com cautela, serenidade e responsabilidade, trabalhando para voltarmos a operar e contribuir para o desenvolvimento dos municípios onde estamos inseridos”, diz a carta.

Matéria continua após a publicidade

Os cinemas e lojas de entretenimento permaneceriam fechados. As demais empresas tomariam os devidos cuidados de afastamento, higienização e não aglomeração de pessoas. (Veja aqui a íntegra do protocolo).

Um dos critérios apontados, inclusive, informa que as unidades “recomende, estimule e propague a importância da utilização de máscaras e da desinfecção das mãos por álcool gel e a lavagem com água e sabão”.

Em recente entrevista ao Conexão Poder, o prefeito de Cuiabá disse que o retorno do comércio deve acontecer de maneira gradativa.

Segundo Emanuel, um comitê especial trata com o empresariado sobre as medidas de controle e determina como será feito esse retorno, que pode ocorrer a partir do dia 22 de abril, após o fim do decreto que restringe funcionamentos até o dia 21 de abril.