Médico é preso mais uma vez acusado de ameaçar e agredir mulher

Fonte:

O médico E.M.J., de 30 anos, foi preso nesta terça-feira (12), acusado novamente de agredir uma mulher em Cuiabá.

Em fevereiro deste ano, E.M.J., foi acusado pela então namorada de tê-la espancado e ameaçado matar a filha dela, no Bairro Jardim das Américas, em Cuiabá.

Desta vez, um mandado de prisão preventiva foi cumprido pelos crimes de ameaça e lesão corporal, conforme previsto na Lei Maria da Penha.

Matéria continua após a publicidade

O mandado foi deferido pela 1ª Vara da Violência Doméstica e Familiar da Comarca da Capital.

Segundo a Polícia Civil, a denúncia foi feita no início deste mês e o médico chegou a ser ouvido em depoimento à Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá.

E.M.J. foi encaminhado para o Fórum da Capital, onde passou por audiência de custódia.

Reincidente

Em fevereiro, conforme registrado em boletim de ocorrência, a vítima – que é ex-esposa de um juiz – estava na casa do agressor quando começou uma discussão.

Ainda conforme o B.O., o homem passou a xingar a mulher e a agrediu com socos e tapas na cabeça e na boca.

O médico ainda teria puxado o cabelo da namorada e a jogado na cama enquanto a mandava calar a boca.

Em determinado momento, a vítima correu até a cozinha, onde conseguiu a ajuda da sogra, que abriu a porta do apartamento para ela sair.

Dois anos antes, E.M.J. já havia sido preso pela acusação de agredir e ameaçar uma professora com quem mantinha um relacionamento.

Fonte: Midianews