Vazamento de gás seguido de explosão atinge hospital de Cuiabá; veja vídeos

Fonte:

Uma parte da área construída do Hospital São Matheus, um dos principais da rede privada de Mato Grosso, foi atingida por vazamento de gás, seguida de forte explosão, na noite desta segunda-feira (13).

A explosão teria sido causada por vazamento de gás hélio de um aparelho de ressonância magnética, ocorrido por volta das 20h50. No momento, o incidente causou certo pânico em parte dos pacientes, funcionários do hospital, alguns visitantes que se encontravam no local e até mesmo vizinhos, no bairro Bosque da Saúde – região Leste de Cuiabá.

Pelo menos duas unidades  do Corpo de Bombeiros Militar e, também, da Polícia Militar de Mato Grosso se dirigiram até o local.  Segundo uma fonte oficial, “a baixa temperatura e a garoa incessante contribuíram para evitar uma tragédia no local”.

Matéria continua após a publicidade

Populares relataram ter ouvido “um  barulho muito potente de uma explosão”, seguido de forte cheiro de gás, nas imediações. A reportagem do Cuiabano News apurou que funcionários do hospital teriam dado o alerta instantes após o impacto e o início do incêndio.

Houve outros boatos dando conta de que a explosão teria ocorrido em um reservatório de nitrogênio. O sinistro teve seus momentos mais críticos 10 minutos após o início, mas foi controlado pela brigada de incêndio da própria unidade.

Segundo o hospital, não houve vítimas e o atendimento já foi restabelecido.

Um funcionário da unidade contou que o incêndio foi controlado rapidamente e não houve danos à estrutura do hospital. Ele informou que o setor de urgência e emergência já funciona normalmente.

A direção do hospital publicou uma nota de esclarecimento, negando que tenha ocorrido explosão ou incêndio dentro das dependências do hospital, confirmando apenas o vazamento de gás de um aparelho de ressonância magnética. Confira a nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO HOSPITAL SÃO MATHEUS

O Hospital São Matheus esclarece que não houve explosão e nem incêndio em suas dependências, mas o vazamento de gás não tóxico de um aparelho de ressonância magnética do prestador de serviço Cadim que é anexo ao hospital. Assim que foi percebido o incidente, colaboradores rapidamente tomaram as providências cabíveis não havendo assim qualquer prejuízo a colaboradores ou pacientes que estavam no local.

A DIREÇÃO DO HSM

VEJA VÍDEOS DO INCÊNDIO

(Colaborou Darwin Júnior)

Fonte: Cuiabano News