Três são presos por acusação de prostituição infantil

Fonte:

Dois homens, um deles foragido da Justiça, e uma mulher, todos envolvidos em crime de prostituição infantil, foram presos pela Polícia Judiciária Civil, na noite de segunda-feira (29.07), no município de São José do Rio Claro (315 km a Oeste). A ação foi deflagrada para cumprimento de mandado de busca e contou com apoio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE).

Foram detidos, Antônio Marcos da Silva, que estava com mandado de prisão preventiva em aberto, outro rapaz G.A.B.C. de 25 anos e uma moça T.L.O.R. de 22 anos, os quais responderão pelo crime de facilitar e/ou favorecer a prostituição de menor de 18 anos. Na ocasião, uma adolescente ( E.C.C., 14) também foi conduzida para esclarecimentos.

Os suspeitos foram surpreendidos pelos policiais civis em uma residência no bairro Jardim Alvorada, município de São José dos Quatro Marcos, endereço alvo de um mandado de busca e apreensão domiciliar, decretado pela Comarca de Comodoro (644 km a Oeste).

Matéria continua após a publicidade

Em posse da ordem judicial, os policiais civis chegaram ao local, e depararam com quatro pessoas no imóvel, dentre elas uma menor de 14 anos. Indagada, a adolescente contou que estava há cerca de dois meses na casa, trabalhando com garota de programa na cidade.

Durante checagem, foi identificado contra, Antônio Marcos da Silva, um mandado e prisão preventiva em aberto, expedido pela Comarca de Arenápolis. Ele responde por roubo, associação criminosa, e crime do Estatuto da Criança e do Adolescente, artigo 244 (submeter criança ou adolescente à prostituição ou à exploração sexual).

Diante do fatos, foi dado cumprimento ao pedido de prisão contra Antônio Marcos da Silva, o qual foi conduzido com os outros envolvidos. Na Delegacia de Polícia de São José dos Quatro Marcos, a menor foi ouvida e os três maiores de idade interrogados. O trio responderá criminalmente por favorecimento à prostituição infantil.

Fonte: Cuiabano News