Sessão histórica do TCE-MT conta com participação de mais de 50 municípios e 24 faculdades

Fonte:

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) utiliza a tecnologia por videoconferência e dá um passo histórico com a realização, nessa quarta-feira (22), da primeira sessão ordinária remota. A sessão, que contou com a participação dos membros da Corte de Contas, do Ministério Público de Contas, advogados das partes envolvidas nos processos em pauta e da sociedade civil, pôde ser acompanhada em tempo real pelo site do TCE-MT, pelo canal no YouTube e pelo Instagram.

Ao longo da transmissão, 53 municípios do Estado e 24 faculdades integrantes do Programa TCE Estudantil acompanharam a sessão, totalizando mais de 500 pessoas. A Corte de Contas também disponibilizou uma sala para a sustentação oral dos jurisdicionados ou advogados.

Na abertura da sessão, o presidente do TCE-MT, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, ressaltou que o novo formato de transmissão das sessões veio para ficar e que muita coisa irá mudar mesmo após a pandemia do novo coronavírus (COVID-19). O presidente destacou ainda que foi necessário pensar na inclusão social no novo sistema de sessões julgadoras. “Por isso a presença, na tela, de um intérprete de libras ligado ao Centro de Apoio ao Suporte de Educação Especial da Secretaria de Estado de Educação”.

Matéria continua após a publicidade

Participantes do Programa TCE Estudantil, estavam conectados à sessão 800 estudantes, professores e coordenadores pedagógicos de 10 diferentes cursos, tais como Técnico e Bacharelado em Secretariado Executivo, Direito, Núcleo de Práticas Jurídicas, Fisioterapia, Farmácia, Recursos humanos, Administração, Ciências Contábeis, Gestão de Negócio, Pedagogia, Ciência da Computação e Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

O conselheiro Moises Maciel, corregedor-geral da Corte de Contas de Mato Grosso, transmitiu uma mensagem de boas-vindas aos participantes do programa, oportunidade em que os convidou para conhecer o TCE-MT e explicou um pouco do trabalho desempenhado pelo órgão. “Nosso trabalho é garantir a qualidade dos serviços públicos ao cidadão, como saúde e educação”, destacou.

O TCE Estudantil é coordenado pela Secretaria de Articulação Institucional e de Desenvolvimento da Cidadania do TCE-MT. Além do público estudantil, participaram membros da sociedade civil mato-grossense que receberam convites para participação por meio dos 15 mil e-mails enviados e 8 mil mensagens via WhatsApp.