Servidora pública com metástase sobre enfrentar Covid-19: “Deus exige de nós amor e perdão”; Veja vídeo

Fonte:

Conhecida por seu trabalho social no Projeto Rede Cidadã, da Secretaria  de Estado de Segurança (Sesp), a servidora pública  Ana Paula Bondespacho Farias decidiu abrir o seu coração e revelar que está em tratamento de metástase oncológica, no Hospital de Câncer Mato Grosso.  E observou que,   na luta contra a enfermidade, Deus deseja que todos vivam intensamente o amor e o perdão, em especial durante a quarentena de enfrentamento do coronavírus – Covid -19.

“É o que Deus deseja de nós é isso: a nossa união, amor e perdão sincero. Se plantarmos solidariedade e esperança, vamos colher esperança”, citou ela, em vídeo divulgado nas redes sociais, nesta quinta-feira (23). “Vamos aproveitar o covid para refletirmos sobre perdão, importante elo do amor e da fé”, emendou a servidora pública da Sesp.

Ana Paula Bondespacho lembrou que o fato de estar com metástase não lhe impede de enxergar bondade nas pessoas e na vontade de Jesus Cristo. “Quem está com metástase ou em   tratamento de CA, louve e glorifique a  Deus e vamos continuar a viver, com fé, coragem e esperança”, argumentou ela.

Matéria continua após a publicidade

E é com o coração tocado por Deus que a servidora pública lembra que a passagem de cada um, na terra, é para servir ao próximo da melhor maneira possível. “Nós nascemos e nós viemos para servir o outro e não para sermos servidos. Viemos para ajudar! Falhas, erros…  todos nós temos! Somos seres humanos. O mais importante de tudo isso é que precisamos tirar para a nossa vida e a nossa história as coisas boas que praticamos”,  justificou Ana Paula Farias.

Num comparativo prático, lembra que todos sangram, sentem dores e têm família. “É que se aqui corta e sangra, o outro também sangra. Se eu tenho família, o outro também tem família. Se eu tenho problemas, o outro também  tem problemas”, diz Ana Paula, que considera o trabalho social uma melhora “na resposta à quimioterapia”.

“ Fui doadora [de medula óssea]. Hoje sou paciente! Colhendo os frutos de que eu plantei. Se plantarmos amor, vamos colher amor. Se plantarmos solidariedade e esperança, vamos colher esperança. Vamos aproveitar o período de Covid-19 para refletirmos sobre perdão, porque é  importante elo do amor e da fé. E, sim, Deus quer de nós é isso: a nossa união”, concluiu Ana Paula Farias.

Veja o vídeo