Procon abre investigação sobre sorteio de veículo em shopping

Fonte:

O Procon de Mato Grosso abriu um procedimento para investigar as circunstâncias do sorteio de um veículo Volvo, modelo XC40, realizado pelo Shopping Estação, em Cuiabá, no último dia 27.

O sorteio gerou polêmica entre internautas e clientes que acompanharam a transmissão no Instagram do shopping. Na ocasião, o representante do centro de compras pegou dois papeis e selecionou um para ser lido. O fato desagradou parte dos clientes.

Segundo a superintendente do Procon, Gisela Simona, o órgão ainda fará contato com a direção do shopping para recolher elementos para investigação.

Matéria continua após a publicidade

“Instauramos uma investigação preliminar solicitando informações sobre o regulamento do sorteio, o vídeo oficial, dados da pessoa sorteada, número de participantes etc… Fizemos contato com a Delegacia do Consumidor também”, afirmou ao MidiaNews.

“O Código em Defesa do Consumidor dispõe ser direito básico do consumidor a informação clara, precisa e ostensiva. Assim, precisamos esclarecer os fatos e ver se há vício na informação final repassada a todos os consumidores”, completou.

A recomendação, segundo Simona, era para que o shoppping não entrasse o prêmio à vencedora. “A cautela recomenda aguardar. Se existe dúvida, se existe denúncia feita e investigação aberta, o melhor é sanar todos os vícios para que se concretize a premiação”, afirmou.

No entanto, conforme informou a assessoria de imprensa do centro de compras, o veículo já foi entregue à vencedora.

O caso

Conforme as imagens divulgadas pelo shopping, uma criança é convidada a pegar um dos milhares de bilhetes que são jogados para cima.

Ela pega um dos cupons e entrega ao responsável pelo sorteio. Em seguida, é pedido a ela que pegue novamente outro papel.

O sorteio foi realizado entre clientes que adquiriram ao menos R$ 400 em lojas cadastradas no shopping. A cada R$ 400, o consumidor tinha direito a um cupom. O valor comercial do veículo é de cerca de R$ 180 mil.

A direção do centro de compras se pronunciou e disse que o cupom que o homem guarda no bolso é, na verdade, um reserva. Este seria lido caso o primeiro sorteado não preenchesse as regras do sorteio.

Ainda disse que o sorteio é acompanhado por auditores do Ministério da Economia, “não havendo qualquer irregularidade na retirada do cupom reserva da maneira como ocorreu em nosso Shopping”.

Após a polêmica, o shopping divulgou um vídeo que mostra de forma detalhada como ocorreu o sorteio, e reafirmou sua regularidade.

Veja vídeo:

Fonte: Midianews