Possível retorno do Orkut causa alvoroço nas redes sociais

Fonte:

Lembra de uma rede social dos anos 2000 na qual você conseguia receber depoimentos, ver quem visitava seu perfil e participava de comunidades? Quem é “millennial” ou geração Z sabe que estamos falando do Orkut. Criador da plataforma, o turco Orkut Büyükkökten reativou o link do site e publicou um comunicado, na noite dessa quarta-feira (27), no qual diz que está “construindo algo novo”. Foi o suficiente para movimentar as redes sociais.

Na manhã desta quinta-feira (28), o termo Orkut era o mais buscado no Google no Brasil, segundo o Google Trends, e também estava nos trending topics do Twitter.

No texto publicado no site, o programador relembra que a rede social foi criada há 17 anos, quando ele trabalhava como engenheiro no Google e que, em apenas alguns anos, o Orkut já era uma comunidade com mais de 300 milhões de pessoas. Ele ainda criticou as atuais redes sociais.

Turco Orkut Büyükkökten, criador da rede social de mesmo nome
Turco Orkut Büyükkökten, criador da rede social de mesmo nome. (Foto: divulgação)
Matéria continua após a publicidade

“Trabalhamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde você pudesse conhecer pessoas reais que compartilhavam seus interesses, não apenas pessoas que curtiram e comentaram suas fotos”, diz.

Na mensagem publicada, Orkut cita que há uma necessidade nos dias atuais de que a bondade seja transmitida. Para ele, os aplicativos devem ser usados para fazer com que as pessoas se aproximem, e não ao contrário.

“Sempre acreditei que uma amizade é mais do que um pedido de amizade, e dediquei minha vida a ajudar milhões de vocês a construir conexões autênticas com seus vizinhos, familiares, funcionários e os belos estranhos que entram em suas vidas”, escreveu.

Antes de finalizar a carta aberta, o turco disse as informações sobre os usuários devem ser protegidas, entre outras críticas às redes sociais.

Comunidade eu Odeio Acordar Cedo 1
Comunidade eu Odeio Acordar Cedo era uma das com mais integrantes. (Foto: reprodução Orkut)

“Nossas ferramentas online deveria nos servir, não nos dividir. Deveriam proteger nossos dados, não vendê-los. Deveriam nos dar esperança, não medo e ansiedade. (…). Eu quero que você seja capaz de ser seu verdadeiro eu, online e offline. Eu quero que você seja capaz de fazer conexões que grudem. Eu quero ajudá-lo a fazer isso com todo o meu coração”.

E disse mais! No final, prometeu novidades em breve, dando a entender que o Orkut pode voltar. “É por isso que eu trouxe o orkut.com para tantos de vocês ao redor do mundo. E é por isso que estou construindo algo novo. Vejo vocês em breve!”, concluiu.

Repercussão

Nas atuais redes sociais, muitos internautas se animaram com uma possível volta do Orkut. Alguns relembram os joguinhos da plataforma:

twitter orkut
Um dos jogos usados na rede social quando ela estava ativa. (Foto: reprodução Twitter)

Outros, que o Orkut tinha diversas possibilidades para os usuários:

OrkutTwitter1
Usuário falando sobre o Orkut. (Foto: reprodução Twitter)

E houve ainda internauta pedindo a volta de outras plataformas:

orkutTwitter2
Outros pediram até a volta do MSN. (Foto: reprodução Twitter)

E aí, o Orkut volta ou não? Só nos resta aguardar.

Fonte: Primeira Página