19 C
Cuiabá, Brasil
terça-feira 28 junho 2022

Inteligência da Polícia Militar enfraquece organizações criminosas em MT

Fonte:

De janeiro a dezembro deste ano foram apreendidos R$ 3,6 milhões provenientes dos pontos de venda de drogas desmantelados pela Polícia Militar em todo o Estado. Segundo avaliação do comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, o número representa significativa perda de dinheiro e enfraquecimento das organizações criminosas, uma vez que quatro toneladas de drogas foram tiradas de circulação somente pela PM, nesse período.

Os números são reflexos das diversas operações, abordagens e iniciativas de prevenção realizadas em todo Estado.

“As ações atingiram diretamente o ‘bolso’ das organizações criminosas. O policial militar de Mato Grosso tem preparo profissional de excelência e vamos continuar seguindo a mesma linha em 2020, superando as metas estabelecidas”, afirma Assis.

Durante o ano, foram 76.055 registros de boletins de ocorrências, sendo 4,2 mil, com prisões envolvendo entorpecentes, e 2.511 relacionados ao tráfico de drogas, amplamente dominado pelas facções criminosas, principalmente Comando Vermelho e, em menor escala, Primeiro Comando da Capital (PCC).

Os números ainda apontam 1.897 armas de fogo tiradas de circulação, junto com 387 simulacros. Nesse período, foram localizados e recuperados 2.217 veículos, entre carros, motos e caminhões.

Ocorrências relacionadas à condução de pessoas à delegacia foram 39.922, sendo 6.249 prisões em flagrante. Além da captura de 1.735 foragidos da justiça com mandados de prisão em aberto.

Expectativas para 2020

O coronel destaca que o caminho para a manutenção dos números positicos é o fortalecimanto das ações operacionais, integradas e de inteligência. Além da valorização da tropa, com a continuidade das condecorações e elogios.

De acordo com o comandante, já está em andamento o planejamento de atividades para o primeiro trimestre de 2020, como a continuidade do Projeto Sentinela, que aproxima os policiais dos moradores, por meio de grupos de aplicativo de mensagem e reforço no policiamento ostensivo.

“A aproximação da PM com a comunidade é primordial para chegada da informação de forma rápida e pontual. O projeto é um dos direcionamentos da corporação em busca da prevenção de crimes”, explica.

A PM prevê a implantação de duas companhias independentes, uma na área central de Cuiabá, e outra para o policiamento motociclístico. O coronel ainda tem a expectativa da criação de uma tropa de cavalaria em Nova Mutum para atender toda Região Médio-Norte de Mato Grosso.

“Com essa iniciativa vamos conseguir otimizar o custo das ações, mesmo com deslocamento de policiais e animais. A ideia para 2020 é otimizar valores para aumentar a eficiência da Polícia Militar”, conclui Assis.

Fonte: Cuiabano News