Expectativa do Estado é retomar a obra do VLT em outubro

Fonte: Repórter MT

O secretário de Cidades, Wilson Santos (PSDB), disse durante a edição da Caravana da Transformação, em Barra do Garças (510 km ao Leste de Cuiabá), no Araguaia, que até outubro deste ano a obra do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) deve ser retomada.

O Governo do Estado pediu à Justiça Federal mais tempo para atender as exigências dos Ministérios Públicos Federal e Estadual (MPF e MPE) devido a necessidade de readequação das questões relacionadas à metodologia utilizada para manter o equilíbrio econômico e a redução do prazo para conclusão das obras do VLT, mas o secretário garante que até final de agosto tudo terá sido acordado.

“Estamos na fase final dos acordos, este é um mês decisivo. Estou confiante que até o dia 25 de agosto, cheguemos a um acordo pela Justiça Federal. O juiz Ciro Arapiraca já deixou claro que não haverá prorrogação do prazo”, afirmou Wilson Santos.

Matéria continua após a publicidade

Após a aprovação da Justiça Federal em até 30 dias as obras podem ser retomadas, portanto no mais tardar até 1º de outubro a ordem de serviço deve ser dada, com o acordo definitivo sobre o prazo e custo final.     

"Se a gente reduzir o prazo, terá a redução do valor, isso é o que ainda estamos vendo”, disse Santos. 

O Consórcio VLT afirma que em menos de 24 meses fica difícil concluir o modal, conforme orientam o Ministério Público Estadual e o Ministério Público Federal, mas o secretário acredita que esta questão será em breve definida entre as partes.

"O Consórcio alega que neste intervalo de 19 meses teremos dois períodos chuvosos, além de mexer nas principais avenidas de Cuiabá e Várzea Grande, por ser uma parceria no regime RDC, que não permite prorrogação de prazo", observou.