Enfermeiro morre por Covid-19 após ficar 37 dias internado em UTI em Cuiabá

Fonte:

Um enfermeiro de 63 anos morreu com Covid-19, neste sábado (2), após ficar 37 dias internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Cuiabá. Esta é 12ª morte registrada no estado em decorrência da doença.

Athaide Celestino da Silva era enfermeiro há 37 anos e trabalhava na Unidade III do Hospital Adauto Botelho, onde foram confirmados 17 casos de Covid-19 no dia 7 de abril, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Ses). Entre as pessoas infectadas, 13 eram servidores e quatro eram pacientes que estavam na Unidade III. Grande parte dos casos apresentaram sintomas leves ou não manifestaram sintomas.

O enfermeiro estava internado na UTI de um hospital particular da capital desde o dia 26 de março, e respirava por ventilação mecânica. Athaide era cardiopata e hepatopata e era hipertenso, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá.

Matéria continua após a publicidade

Todos os pacientes e profissionais da Unidade III do Adauto Botelho que tiveram diagnóstico positivo ou que mantiveram qualquer tipo de contato com os diagnosticados cumpriram regime de isolamento ou quarentena.

Esta é a terceira morte registrada em Cuiabá em decorrência do vírus. Segundo a Ses, as outras mortes no estado envolveram moradores dos municípios de Sinop, Lucas do Rio Verde, Cáceres, Aripuanã, Rondonópolis, Mirassol D’ Oeste, Barra do Garças e do Rio de Janeiro – que estava em Cuiabá.

Até o último boletim da Saúde, divulgado na sexta-feira (1º), foram registrados 321 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus em Mato Grosso.