Distribuição de 100 mil ‘kits covid’ deve começar na próxima semana em Cuiabá

Fonte:

A Secretaria de Saúde de Cuiabá deverá distribuir 100 mil “kits covid” para tratamento dos primeiros sintomas da doença. A informação foi anunciada nessa quarta-feira (1º) pelo secretário Luiz Antônio Pôssas. 

Conforme a Secretaria de Saúde, o kit deverá estar disponível nos postos de saúde a partir da próxima terça-feira (7). 

A entrada do medicamento no protocolo da rede municipal do Sistema Único de Saúde (SUS) foi anunciada na semana passada pelo prefeito Emanuel Pinheiro. E a instituição foi publicada no Diário Oficial de terça-feira (30). 

Matéria continua após a publicidade

O pacote deverá conter comprimidos de ivermectina, azitromicina e antialérgico, este último como prevenção a eventuais reações tanto do vermífugo e quanto do antibiótico no organismo dos pacientes. 

O prefeito Emanuel Pinheiro disse que a adoção do kit se deve aos resultados positivos no tratamento da covid-19 em outros Estados, como Rondônia e Amapá. Contudo, não há consenso entre os médicos sobre a validade do medicamento. 

“É importante ressaltarmos que os médicos não são obrigados a receitarem o kit. Cada profissional tem a liberdade de prescrever o medicamento que achar mais indicado”, disse o secretário-adjunto de Assistência em Saúde de Cuiabá, Luiz Gustavo Raboni Palma. 

O kit vem sendo aplicado como tratamento eficaz no combate da redução do processo inflamatório das vias respiratórias. Especialistas afirmam que, se o uso começar nos primeiros dias dos sintomas da covid-19, é possível evitar que o quadro evolua para o comprometimento dos pulmões. 

Os médicos que receitarem o kit covid deverão orientar os pacientes a ler e assinar um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) para o uso dos medicamento como tratamento sem comprovação da eficácia do vírus. 

Fonte: O Livre