Cuiabá e Operário decidem o Estadual 2019 neste domingo

Fonte:

Em jogo marcado para este domingo (21), às 15 horas, na Arena Pantanal, com arbitragem de Alinor Silva Paixão, Cuiabá e Operário decidem o título do Campeonato Mato-grossense de 2019. Por ter vencido o primeiro jogo por 2 a 0, o Dourado leva a vantagem e pode até perder por um gol de diferença que levanta a taça do tricampeonato. Ao Operário resta vencer por 3 gols de diferença para ser campeão ou ao menos igualar o placar agregado para forçar a cobrança de pênaltis.

Envolvo com pouco mistério devido ao favoritismo do Cuiabá, mas com a expectativa de um público superior a 10 mil pessoas, o jogo deve ter clima festivo em uma tarde onde o maior espetáculo pode ser o das torcidas organizadas das duas equipes.

Para atrair os torcedores que se afastaram da Arena no último domingo, devido ao aumento do valor do ingresso (R$ 40,00 a inteira), o Cuiabá fez uma promoção e baixou o valor da entrada para R$ 10,00 (R$ 5,00 a meia), isentando crianças e mulheres. Por determinação da FMF, nas arquibancadas, haverá divisão das torcidas.

Matéria continua após a publicidade

Para a busca de seu nono título estadual em apenas 18 anos de história, o Cuiabá terá à disposição seu time completo, mas a entrada em campo do artilheiro Caio Dantas e do meia Eduardo Ramos, já recuperados de contusão, será decidida momentos antes da partida pelo departamento médico. O Dourado treinou a semana inteira focado nessa decisão e entre os jogadores a ordem é não vacilar por um só segundo.

Jogadores do Cuiabá participaram de treinos puxados esta semana

O técnico Itamar Schulle repetiu o discurso de respeito ao adversário e jogar com seriedade. “Vai ser um jogo muito difícil, onde teremos que ter paciência e muita concentração, caso contrário, seremos surpreendidos”, disse o treinador, voltando a elogiar o comandante do tricolor: “É um grande técnico e vem com uma tática inteligente”.

No lado operariano, o técnico Ariel Mamed trabalhou a semana inteira buscando uma formação tática para surpreender o Cuiabá. Contando com elenco completo, o treinador prometeu um time diferente, com o ataque mais avançado e indo para o ‘tudo ou nada’ no momento certo. Ele analisou detalhadamente o vídeo do primeiro jogo antes de definir sua estratégia.

Entre os jogadores, o clima é de confiança. “Estão enganados aqueles que pensam que nós já entregamos. Vai ser um outra história e temos time para fazer frente a eles”, afirma o atacante Abner que sonha com a conquista do título.

O atacante Felype quer o elenco do Tricolor focado para surpreender o Cuiabá

Artilheiro do time no estadual, o atacante Felype Hebert, destacou que o time precisa demonstrar mais interesse durante toda a partida para ter chance de levantar a taça.  “Com certeza vai ser um jogo muito intenso. Precisamos correr atrás do resultado e vamos ter que sair mais do que eles para o jogo. Sabemos da dificuldade, mas já provamos durante a competição que temos um grupo forte e preparado. Temos que dar a vida desde o primeiro minuto, é o jogo que vale toda uma competição”, afirmou Felype.

CAMPANHAS

CUIABÁ – O Dourado tem uma campanha praticamente perfeita até aqui. Líder na fase classificatória com 23 pontos (sete vitórias e dois empates), o Dourado passou pelo Dom Bosco nas quartas (5 x 0 e 4 x 0) e pelo Luverdense na semi (2 x 0 e 3 x 0).

Diante do Operário, o Cuiabá leva grande vantagem e tem o trunfo de nunca ter perdido para o rival em 12 jogos. Foram nove vitórias do Cuiabá e três empates, com um saldo de 22 gols marcados e apenas cinco sofridos. Atual bicampeão mato-grossense, o Dourado está invicto desde 2017, quando foi derrotado pelo Sinop na segunda partida da final que foi definida nos pênaltis e vencida pelo Dourado. São 29 jogos sem perder desde então, registrando 24 vitórias e cinco empates nesse período.

OPERÁRIO – O Operário também realizou uma campanha brilhante no Mato-grossense, só vindo a perder a invencibilidade apenas no primeiro jogo da final. Vice-líder da fase classificatória com 19 pontos (cinco vitórias e quatro empates), o Chicote da Fronteira passou pelo Mixto nas quartas (0 x 0 e 4 x 0) e União de Rondonópolis na semifinal (1 x 0 e 0 x 0).

No Campeonato Mato-grossense o Tricolor, detém 14 títulos e espera dar fim ao longo jejum de 13 anos. O último título conquistado pelo Operário foi em 2006 após final contra o União de Rondonópolis.

Fonte: Cuiabano News