Cuiabá deve registrar temperatura mais baixa do ano nesta quarta; previsão da sequência do frio vai até domingo

Fonte:

Moradores da Região Metropolitana de Cuiabá viram os termômetros despencarem nas últimas 96 horas e, nesta quarta-feira (15), a previsão é de que seja o dia mais frio de 2019, com 15 graus. E as temperaturas continuarão abaixo dos 20 graus até o próximo domingo (19), quando começa a voltar o calor – máxima prevista de 33 graus.

Leia também:
Preparem agasalhos e cobertores, pois Mato Grosso terá temperaturas de 12 graus

Mesmo assim, isso seria a maior sequência de dias considerados frios – para os padrões de Mato Grosso – na primeira quinzena de maio, desde o início da década de 1980, quando o 9º Distrito de Meteorologia do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), em Várzea Grande, começou a medir a temperatura, no Estado e na Amazônia Legal.

Os dados do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec),  vinculado ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), dão conta de que a mínima será de 15 graus Celsius, em Cuiabá, nesta quinta-feira, enquanto a cidade turística de Chapada dos Guimarães tende a registrar a mínima em 11 graus Celsius – com sensação térmica inferior a dois dígitos – nove ou oito graus, dependendo do local da cidade, por causa dos ventos gelados.

Matéria continua após a publicidade

Chapada dos Guimarães fica a quase 800 metros acima do nível do mar e está entre os maiores corredores de vento do Brasil. As baixas temperaturas invariavelmente são seguidas por ventos Sul-Sudeste de fortes a moderados, seguido de névoa seca ou úmida.

A temperatura mínima de Cuiabá, segundo previsão do Cptec, fica em 16 graus nesta quinta-feira (16); 18 graus na sexta-feira (17), 21 graus no sábado (18) e, enfim, 22 graus Celsius, no domingo (19).

Acostumada com temperaturas sempre beirando ou até mesmo superando os 40 graus, o frio dos últimos dias derrubou em mais de 20 graus. Muita gente se viu obrigada a  tirar cobertores e agasalhos do guarda-roupa e até mesmo alterar a rotina diária.

A Companhia Águas de Cuiabá – antiga CAB – detectou que o próprio consumo de água tratada registrou quase 30% de redução, nos dias de temperaturas amenas. O que significa que os consumidores estão gastando menos água com atividades domésticas, como lavar louças, higiene pessoal e limpeza residencial, entre outras.

Fonte: Cuiabano News