Balsa ecológica irá coletar 10 t. de lixo e reduzir poluição do Pantanal

Fonte:

Pelo menos 10 toneladas de lixo devem ser retiradas do rio Cuiabá, todos os messes, evitando que cheguem até o Pantanal de  Mato Grosso, poluindo um santuário que foi declarado Patrimônio Natural da Humanidade, pelas Nações Unidas (ONU). O projeto foi lançado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), na manhã desta segunda-feira (24), colocando em navegação a balsa de coleta ecológica, responsável pela coleta fluvial do lixo jogado no rio Cuiabá.

Projeções preliminares indicam que quase dois milhões de toneladas de lixo foram jogados no Pantanal, através de seus afluentes, na última década. O secretário municipal de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa, explica que a balsa consegue operar tanto no período de estiagem quanto na época das  cheias. “Ela foi projetada para coletar o lixo no Rio nos 365 dias”, argumentou ele.

É provável que a projeção inicial retirada de 10 toneladas de lixo do rio, por mês, seja superada em pouco tempo e, depois, com a conscientização da população, passe a declinar.  A balsa ecológica estará operando a partir desta terça-feira (25), coletando lixo tanto do lado de Cuiabá quanto de Várzea Grande.

Matéria continua após a publicidade

O vereador Mário Nadaf (PV) afirma que está coleta representa um grande passo para despoluir o Rio Cuiabá.

Emanuel Pinheiro, secretários, vereadores e alguns assessores fizeram a descida do rio de barco desde a Orla do Porto, nas imediações da Ponte Júlio Müller, até o bairro São Gonçalo Beira-Rio, para dar a largada simbólica do programa. Ele observou que a chegada da Balsa Ecológica integra as medidas exigidas no processo licitatório, finalizado em 2018, que resultou na assinatura de contrato com a Locar Gestão de Resíduos. Apesar do novo modelo de contrato estabelecer o pagamento mensal pela quantidade de resíduos coletados e não mais pelos maquinários disponibilizados, a Prefeitura de Cuiabá assegura que tomou todas as providências necessárias para assegurar a chegada do equipamento.

Emanuel Pinheiro justifica que  o trabalho será feito todos os dias e contará com uma equipe de três funcionários, sendo um operador e dois ajudantes. A balsa possui 7,20 metros de comprimento, três metros de largura e laterais com 1.10 metro de altura, com tela de uma polegada. Além disso, o piso é construído com chapa de aço e forrado com borrachão, garantindo a segurança aos coletores.

ENTREGA HOJE

A partir desta segunda-feira (24), as ações de limpeza da Prefeitura de Cuiabá passam a contar com o reforço da coleta fluvial de resíduos. A solenidade de entrega da Balsa Ecológica, que fará o trabalho de recolhimento no Rio Cuiabá, acontece na Praça Luís de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres, às 8h. O evento também contará com uma grande ação de limpeza nas margens do rio na região do Porto, Praeirinho e São Gonçalo Beira Rio.

A chegada da Balsa Ecológica integra as medidas exigidas no processo licitatório, finalizado em 2018, que resultou na assinatura de contrato com a Locar Gestão de Resíduos. Apesar do novo modelo de contrato estabelecer o pagamento mensal pela quantidade de resíduos coletados e não mais pelos maquinários disponibilizados, o Município tomou todas as providências necessárias para assegurar a chegada do equipamento.

Conforme o plano de atuação, o trabalho será feito todos os dias e contará com uma equipe de três funcionários, sendo um operador e dois ajudantes. A balsa possui 7.20 metros de comprimento, 3 metros de largura e laterais com 1.10 metro de altura, com tela de uma polegada. Além disso, o piso é construído com chapa de aço e forrado com borrachão, garantindo a segurança aos coletores.

Serviço:
Assunto: Entrega da Balsa Ecológica
Local: Praça Luís de Albuquerque (Porto)
Horário: 8h
Data: 24 de junho, segunda-feira