Baleada, anta de 200 kg é resgatada de valeta de três metros de profundidade em MT

Fonte:

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso foi acionado no último domingo (3) para resgatar uma anta de cerca de mais de 200 kg, que caiu em uma valeta de três metros de profundidade,em Lucas do Rio Verde, a 362 quilômetros ao norte   de Cuiabá.

Ao chegar no local, a equipe encontrou o animal atolado na lama, desidratado e com ferimentos de arma de fogo na região lombar. Os bombeiros amarraram as patas do animal e retiraram ele do buraco com o auxílio de um caminhão.

A anta foi transportada até o Centro de Triagem de Animais Silvestres, no município, e foi medicada com antibióticos via oral. Foi feita também a limpeza dos ferimentos e o monitoramento pelo veterinário.

Matéria continua após a publicidade

O animal ainda passará por cirurgia para retirar a bala do corpo. Toda a operação de resgate e transporte durou 5 horas.

Sob risco de extinção

Considerada a jardineira de nossas florestas por ser uma excelente dispersora de sementes, contribuindo desta forma para a formação e manutenção da biodiversidade dos biomas brasileiros, a  anta [Tapirus terrestris]  corre o risco de extinção, principalmente por causa da caça predatória.
A anta é o maior mamífero terrestre das  Américas Central e do Sul.  É um animal que possui diferentes habitats  naturais – Amazônia, Pantanal , Cerrado e Mata Atlântica.

E, para surpresa geral,  tem mais: estudos recentes mostraram que a espécie tem uma quantidade imensa de neurônios, confirmando que ela é um animal extremamente inteligente.

Anta é resgata após ser baleada e ficar atolada em valeta em MT (Foto: Divulgação)