Após caso de empurrão, advogada elogia Leonardo e afirma que faltou maturidade

Fonte:

A advogada Luciana Póvoas, esposa do presidente afastado da OAB-MT, Leonardo Campos, publicou uma nota em suas redes sociais sobre um episódio de agressão dele, que terminou na prisão do advogado, na semana passada. Luciana afirmou que o “momento agora é de reclusão”.

Na semana passada, Luciana registrou um boletim de ocorrência após uma discussão com Leonardo na casa onde moram, em Cuiabá. Por meio da nota, a advogada voltou a ressaltar, que não foi agredida por Leonardo e que ele teria apenas a empurrado.

Ela explicou que revidou com um tapa nas costas dele e lamentou que a situação tenha chegado ao extremo, além de reconhecer episódios de “ofensas verbais” entre eles. No entanto, Luciana usou o texto para elogiar Leonardo, afirmando que ele é um bom pai.

Matéria continua após a publicidade

“Constituímos uma família, criamos nosso filho, sonhamos juntos muitos projetos e construímos uma vida profissional livre de máculas. Independente do que aconteça daqui em diante, teremos sempre um elo, o mais belo de todos, nosso filho”.

No texto, ela ainda desabafa sobre a necessidade de se procurar ajuda profissional quando começam a ocorrer agressões verbais em um relacionamento. E afirma que, por “falta de maturidade”, ela e Leonardo tiveram um “desfecho traumático”.

Afastamento do cargo 

Em 28 de maio, Leonardo também usou as redes sociais para pedir afastamento da presidência da OAB-MT por conta da acusação durante 30 dias. No comunicado, ele informou que o pedido foi protocolado por ele mesmo para que o crime seja investigado.

O boletim de ocorrência foi registrado como injúria real, por meio de força muscular, tendo motivação passional.

Fonte: RD News